Terremoto: Pequim envia 50 mil soldados à zona do desastre

A China mobilizou 50 mil soldados para ajudar nas operações de socorro, após o violento terremoto que matou mais de 10 mil pessoas no sudoeste do país, informou nesta terça-feira a agência Nova China.

AFP |

Pelo menos 17 mil soldados já estão na zona afetada e outros 34 mil seguem para a mesma região, onde algumas localidades ainda estão isoladas, como Wenchuan, epicentro do tremor.

O Exército Popular de Libertação também colocará a disposição das operações de socorro cerca de 20 aviões, que serão empregados para o transporte de tropas.

dma/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG