Terremoto no sul da China deixa 3 feridos e 40 mil afetados

Região de Yunnan, próxima à fronteira com Mianmar, foi a mais atingida pelo tremor de 5,2 graus de magnitude

EFE |

Pelo menos três pessoas ficaram feridas e 40 mil se viram afetadas por um terremoto de 5,2 graus de magnitude que sacudiu a província meridional chinesa de Yunnan, informou nesta quarta-feira a agência oficial Xinhua (Nova China).

O terremoto, registrado às 19h50 locais de terça-feira, afetou principalmente a cidade de Baoshan, em uma zona fronteiriça com Mianmar na qual são frequentes os movimentos sísmicos (outro de similar intensidade em 20 de junho causou muitos danos materiais no mesmo local).

O epicentro do terremoto foi registrado entre os distritos de Baoshan e Tengchong, a 11 quilômetros de profundidade. Mais de 22 mil casas e algumas estruturas sofreram danos por causa do tremor, que forçou a retirada de 441 pessoas. Na mesma província de Yunnan, situada ao sudeste do Himalaia, um terremoto em 10 de março deixou 25 mortos e 314 feridos.

    Leia tudo sobre: chinaterremotoyunnan

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG