Terremoto no Japão deixa pelo menos 4 mortos e 150 feridos

(atualiza número de mortos, feridos e desaparecidos) Tóquio, 14 jun (EFE) - Pelo menos quatro pessoas morreram e mais de 150 ficaram feridas em um terremoto de 7,2 graus de magnitude na escala aberta de Richter que atingiu hoje uma vasta região no nordeste do Japão, segundo informou a Agência Nacional de Meteorologia japonesa. Outras 14 pessoas, sendo três estrangeiras, estão desaparecidas, segundo a agência local de notícias Kyodo. Trata-se do tremor mais forte a atingir o Japão desde o registrado em agosto de 2005, que também teve magnitude de 7,2 graus na escala aberta de Richter e de 6 na escala japonesa, que tem um máximo de sete pontos. O terremoto ocorreu às 8h43 no horário local (20h43 de Brasília), com seu epicentro a 8 quilômetros de profundidade, e foi sentido com intensidade em áreas das províncias de Iwate, Miyagi e Fukushima, na ilha japonesa de Honshu. Apesar de forte, o terremoto não tornou necessária a emissão de um alerta de tsunami. Centenas de pessoas, incluindo vários turistas, estão presas em diversas das zonas afetadas, e cerca de 30 mil lares ficaram sem eletricidade, segundo os últimos dados da Kyodo. O terremoto foi sentido também na região de Kanto, onde se encontra Tóquio, a 350 da área afetada. O Japão está localizado sobre uma das zonas sísmicas mais ativas do mundo. O terremoto mais grave ocorrido no país em anos recentes foi em Kobe (oeste do país), em 17 de janeiro de 1995, com uma magnitude de 7,3 graus...

EFE |

EFE icr/gs/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG