Terremoto no Japão deixa feridos leves

Um terremoto de 6,4 graus na Escala Richter sacudiu na manhã desta terça-feira (hora local) o centro do Japão, provocando um alerta de tsunami e vários feridos leves, anunciou o Instituto Geológico Americano (USGS).

AFP |

O epicentro do tremor, que ocorreu às 05H07 (17H07 de Brasília desta segunda-feira), foi localizado a apenas 20 km de profundidade no Oceano Pacífico, ao largo da costa de Shizuoka (sudoeste de Tóquio), segundo a Agência Sismológica Japonesa, que estimou a magnitude do tremor em 6,6 graus.

De acordo com o USGS, o terremoto ocorreu a uma profundidade de 26,8 km e o epicentro se localizou a 30 km da costa.

O tremor foi sentido na capital, provocando abalos em edifícios durante alguns segundos.

Um alerta de tsunami foi dado pela Agência Sismológica do Japão, que informou ainda que o nível do mar diminuiu em cerca de 60 cm no porto de Yaizu, sugerindo a formação de fortes ondas que poderão atingir o litoral em breve.

Três pessoas foram hospitalizadas em Yaizu depois de terem sido feridas pela queda de objetos, informou um porta-voz do hospital municipal.

Dois reatores na central nuclear de Hamaoka, localizada na região, tiveram seu funcionamento interrompido, informou a companhia operadora, Chubu Electric Power.

"Não foram encontradas anomalias na usina", disse um funcionário.

Na cidade de Shizuoka, capital da província de mesmo nome (centro), o terremoto durou mais de um minuto, de acordo com as imagens difundidas pela televisão pública NHK.

A TV mostrou uma loja na cidade onde as mercadorias foram derrubadas das prateleiras. Um funcionário na vizinha Izu disse a NHK que os prejuízos ainda não foram calculados.

"Foi o tremor mais violento que eu senti", disse Atsushi Imai. "Os objetos caíram das prateleiras, mas eu ainda não vi sinais de danos até agora."

gca/fb/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG