Terremoto no Haiti mata 2 mexicanas e deixa 31 desaparecidos

México, 23 jan (EFE).- Duas mexicanas morreram no tremor que sacudiu na semana passada o Haiti e 31 cidadãos deste país continuam desaparecidos, conforme o anúncio divulgado hoje pela Chancelaria.

EFE |

Dos 148 mexicanos que estavam no país no momento do terremoto, 35 foram localizados, incluídos os restos da mexicana Maria Antonieta Castillo Santamaria.

A mulher morreu em consequência do tremor e seus restos foram levados à República Dominicana, a partir de onde serão repatriados ao México.

Além disso, 23 mexicanos foram retirados do país pelo Governo, entre eles o corpo da mexicana Kareen Valero.

Outros 59 mexicanos já foram localizados e permanecem no país caribenho.

O México enviou ao Haiti em 11 voos e dois navios 232 especialistas para ajudar nos trabalhos de resgate e avaliação de danos.

Na sexta-feira, mais um navio, o "Papaloapan", partiu do México com 1,7 mil toneladas de remédios, material clínico e mantimentos para o Haiti.

O terremoto de 7 graus na escala Richter que atingiu o Haiti ocorreu às 19h53 de Brasília do dia 12 de janeiro e teve epicentro a 15 quilômetros da capital, Porto Príncipe.

Pelo menos 21 brasileiros morreram na tragédia, sendo 18 militares e três civis, entre eles a médica Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, e Luiz Carlos da Costa, o segundo civil mais importante na hierarquia da ONU no Haiti. EFE gt/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG