Terremoto no Haiti deixa 2 milhões de desabrigados

O terremoto que devastou a região de Porto Príncipe, capital do Haiti, no dia 12 deixou 2 milhões de desabrigados, estimou nesta quinta-feira a Comissão Europeia. Na quarta-feira, a estimativa era de 1,5 milhão.

iG São Paulo |

Com estimados 200 mil mortos pela tragédia, há temores de que mais mortes decorram de ferimentos não tratados e por doenças nos lotados campos montados no país após a tragédia. Acredita-se que cerca de 80 mil pessoas tenham sido enterradas em valas comuns até agora.

"Os próximos riscos de saúde poderiam incluir diarreia, infecções respiratórias e outras doenças entre as centenas de milhares de haitianos que vivem em campos superlotados com pouca ou nenhuma higiene", afirmou Greg Elder, vice-gerente de operações dos Médicos Sem Fronteira no Haiti.

Os alertas foram feitos um dia depois de os EUA anunciarem que enviarão mais 4 mil soldados ao Haiti. Cerca de 11 mil soldados já foram enviados ao país para ajudar nos esforços humanitários. Inicialmente, os 4 mil militares adicionais participariam de missões na Europa e Oriente Médio.

O presidente do Estado-Maior Conjunto dos EUA, Michael Mullen, tomou a decisão de mudar o destino das tropas "com base nas contínuas necessidades urgentes nos esforços de ajuda ao Haiti", informou o comunicado.

A medida para reposicionar milhares de soldados do Grupo Anfíbio de Prontidão Nassau e da 24ª Unidade Expedicionária dos Marines foi tomada enquanto os haitianos buscam desesperadamente por alimentos, água e assistência médica nove dias depois do desastre.

*Com informações de AFP e Guardian

Veja também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: haititerremototerremoto no haititragédia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG