Terremoto no Chile pode ter encurtado dia na Terra, diz Nasa

O terremoto de magnitude 8,8 que atingiu o Chile no último sábado pode ter encurtado a duração de um dia no planeta Terra, segundo estudos da Agência Espacial dos Estados Unidos (Nasa).

iG São Paulo |

De acordo com o cientista Richard Gross, geofísico da Nasa, o deslocamento de massa causado pelo tremor de 27 de fevereiro alterou a rotação da Terra e, como consequência, causou a diminuição do dia em 1,26 microssegundos (um microssegundo é a milionésima parte de um segundo).

Gross explica que qualquer tremor de grandes proporções movimenta uma grande quantidade de rochas e modifica a distribuição de massa do planeta. Quando essa nova distribuição afeta a rotação terrestre, o período de um dia sofre modificações.

Por estar localizado ao sul da linha do Equador e ter uma falha geográfica mais profunda, o terremoto do Chile teve mais influência na rotação terrestre do que o tremor de 2004 no Oceano Pacífico, que registrou intensidade de 9,1 graus.

Leia também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: terremoto no chile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG