Um terremoto de 5,5 graus na escala Richter abalou neste sábado o centro da Colômbia, deixando em pânico a população da capital e causando a morte de sete pessoas em estradas, assim como problemas de abastecimento de eletricidade e destruições de casas em vários povoados, segundo registros oficiais.

Três pessoas que viajavam num veículo morreram e outras oito ficaram feridas num trecho de uma estrada que ficou destruída, informou o ministro da Defesa Social, Diego Palacios. Outras quatro pessoas morreram na rodovia que liga Bogotá às planícies do leste do país, disse Darío Vásquez, governador do departamento de Meta (centrooeste).

A estatal Ingeominas mediu o tremor às 14H20 locais (19H20 GMT), com o epicentro sob o povoado de El Calvario, no departamento de Meta, na região centro-oeste do país.

O terremoto afetou uma ampla zona central.

Moradores da região contaram terem observado vários tremores secundários.

Em Quetame, na cordilheira dos Andes e na estrada que liga Bogotá ao leste do país, dez casas e uma igreja foram gravemente afetadas, informou o prefeito Omario Rojas.

Em Bogotá, três pessoas ficam levemente feridas: um operário caiu de um andaime, uma pessoa pulou de um segundo andar em meio ao pânico, e um motorista de táxi foi atingido pelo desabamento de um muro.

Também em Bogotá, milhares de pessoas em pânico saíram às ruas sob uma forte chuva após o tremor, sentido de maneira prolongada na capital colombiana.

Além do abastecimento elétrico que ficou prejudicado, foram registrados, também, focos de incêndios.

Segundo a rádio RCN casas ficaram destruídas nos povoados aos pés da cordilheira dos Andes nos departamentos de Cundinamarca e Meta.

Unidades dos bombeiros e da polícia se mobilizaram em diversos pontos da capital para ajudar em eventuais emergências.

Segundo o Instituto de Geofísica americano (USGS), o tremor que abalou neste sábado a zona central da Colômbia teve magnitude de 5,7. O epicentro foi localizado a 3,6 km de profundidade e a 50 km na direção leste-sudeste de Bogotá tendo sido registrado às 19H20 GMT.

O instituto americano utiliza a escala "magnitude de momento" (Mw), diretamente ligada aos parâmetros do sismo (superfície e quantidade de deslizamiento sobre a falha). Nesta escala aberta, um tremor de magnitude 6 é considerado forte.

hov/ap/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.