Terremoto na Venezuela deixa 14 feridos leves

Um terremoto de 6,2 graus na Escala Richter estremeceu neste sábado às 15H20 locais (16H50 de Brasília) o centro norte da Venezuela, deixando 14 feridos leves, indicou o Instituto Sismológico venezuelano Funvisis.

AFP |

O epicentro foi localizado a 28km de Morón (estado Carabobo, norte), a cerca de 100 km de Caracas e a 15km de profundidade, acrescentou o instituto.

"Não recebemos nenhum relatório sobre vítimas nem danos materiais", disse o ministro do Interior, Tarek El Aissami.

Os socorristas mencionaram 14 "feridos leves", que sofreram fraturas ou "arranhões" nas cidades costeiras de Chichiriviche e Tucacas, próximas ao epicentro do terremoto.

Centenas de pessoas saíram às ruas após o tremor em Caracas, Valência (100 km a oeste) e outras cidades.

Francisco Garcés, presidente da Funvisis, "disse que o terremoto teve "magnitude importante".

"O aeroporto internacional de Maiquetía, 20km a norte da capital, continuou funcionando normalmente, assim como o metrô de Caracas", informou o ministro de Infraestrutura, Diosdado Cabello.

"O tremor gerou pânico", segundo o canal de televisão Telesur. "As autoridades pediram calma e o esvaziamento dos edifícios", acrescentou.

"Até agora não há registros de danos na cidade de Morón, no estado de Carabobo", disse uma jornalista da televisão venezuelana.

Segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS) o tremor foi de 6,4 de intensidade.

O Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico dos Estados Unidos advertiu que há uma "pequena possibilidade de tsunami local, que poderia afetar o litoral a até 100 km do epicentro do terremoto".

arb/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG