Terremoto na Índia deixa ao menos seis mortos

Tremor de 6,8 graus ocorreu no estado de Sikkim e foi sentido na capital Nova Délhi, no Butão e no Nepal

Reuters |

Um terremoto de magnitude 6,8 sacudiu uma área remota no nordeste da Índia ao anoitecer deste domingo (horário local), matando pelo menos duas pessoas, afetando prédios e bloqueando estradas na região. O tremor também matou quatro pessoas no país vizinho Nepal, disseram autoridades.

Uma criança faleceu no Estado indiano de Sikkim, epicentro do terremoto, e outra pessoa morreu no Estado de Bihar, devido ao pânico provocado pelo tremor, reportou a rede CNN-IBN.

A região do Himalaia é vulnerável a deslizamentos de terra e muitos edifícios altos foram construídos nas cidades montanhosas de Sikkim nos últimos anos, por conta do "boom" econômico. Há temores de que o número de vítimas cresça, conforme as informações chegam de áreas remotas.

O terremoto também atingiu o Nepal, matando quatro pessoas. "Quatro pessoas foram mortas quando uma parede caiu após o terremoto. Todas foram levadas ao hospital, mas três morreram durante o atendimento", disse o chefe da polícia de Katmandu, Kedar Rijal.

Vários prédios desabaram em Gangtok, capital do Estado de Sikkim, e apagões foram reportados na região, disseram TVs. Também foram informados deslizamentos de terra em Sikkim e no Estado de Bengal, que fica a oeste.

Vários jatos da Força Aérea Indiana com tripulação e equipamentos foram imediatamente enviados a Sikkim.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos informou em seu site que o epicentro do tremor foi a 64km a noroeste de Gangtok, com profundidade de 10km.

"Há rachaduras em alguns prédios em Gangtok. A maior parte das linhas de telefone não funciona e não há eletricidade agora. As pessoas saíram para as ruas", afirmou o morador de Gangtok Bobby Dahal.

"É muito cedo para calcular os prejuízos. Estamos tentando manter contato com o governo do Estado de Sikkim para saber se eles precisam da nossa ajuda", afirmou à Reuters a secretária da Autoridade de Gestão de Desastre Nacional Sujata Saunail, Sujata Saunail.

O Estado de Sikkim é o menos populoso da Índia, localizado nas montanhas do Himalaia, entre Nepal, Butão e Tibet. O tremor foi sentido na direção de Bangladesh, sacudindo prédios na capital e em áreas vizinhas. Pelo menos dez pessoas ficaram feridas e alguns edifícios sofreram pequenos danos. Milhares de famílias em pânico na capital Daka saíram dos prédios em que estavam e foram às ruas.

"Nunca passei por um momento tão assustador como esse na minha vida. De repente as luzes apagaram e havia pessoas correndo e chorando em volta", afirmou Shamsul Islam, homem de 70 anos de idade, na cidade portuária de Chittagong, em Bangladesh.

Vários terremotos atingiram o norte e leste da Índia neste ano, mas nenhum causou grandes prejuízos ou mortes.

Reuters
Embaixada da Grã-Bretanha em Katmandu foi destruída por terremoto

    Leia tudo sobre: terremotoíndiatremornepal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG