Terremoto leva a alerta de tsunami para Nova Zelândia e Tonga

Tremor de 7,6 graus ocorreu na região das ilhas Kermadec, a 20 km de profundidade, cerca de 1.185 km da cidade de Auckland

iG São Paulo |

Um terremoto de 7,6 graus na escala Richter na região das ilhas Kermadec, na Oceania, causou um alerta de tsunami para Nova Zelândia e Tonga. A informação inicial era de que o tremor teve uma magnitude de 7,8.

O abalo ocorreu às 7h03 locais (cerca de 16h03 em Brasília), a uma profundidade de cerca de 20 km, segundo o Instituto de Geofísica dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês). O epicentro do terremoto foi registrado a 161 km da ilha Raoul, parte do arquipélago Kermadec, a 913 km de Tonga, e a 1.185 km de Auckland, na Nova Zelândia.

"Leituras do nível do mar confirmam que um tsunami foi formado. Esse tsunami pode ser destrutivo ao longo da costa da região perto do epicentro do terremoto", informou o Centro de Tsunami do Pacífico. De acordo com o órgão, o fenômeno deve atingir a ilha Cabo Leste dentro de duas horas e Auckland em até três horas.

As ilhas Kermadec ficam localizadas em uma região remota, inabitada na maior parte do ano e visitada por cientistas da Nova Zelândia.

Por causa do terremoto, as autoridades da Nova Zelândia emitiram um alerta de tsunami. O Serviço de Defesa Civil pediu à população que se mantenha afastada do litoral até que se tenha certeza do risco exato da ameaça. A princípio, porém, estima-se que o tsunami que chegará ao litoral será pequeno.

David Coetzee, funcionário do Serviço de Defesa Civil, disse à "Radio New Zealand" que a onda causada pelo terremoto terá aproximadamente um metro e meio quando chegar à costa neozelandesa.

*Com AFP , EFE, Reuters e AP

    Leia tudo sobre: nova zelândiaterremototsunami

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG