Terremoto faz China inspecionar Estádio Olímpico

O governo chinês finalizou a inspeção de vários prédios modernos de Pequim, entre eles o Estádio Olímpico, para confirmar se as construções são à prova de fortes tremores de terra, informou nesta quarta-feira a agência de notícias estatal Xinhua. A decisão foi tomada depois que o sul do país foi atingido, em maio, pelo terremoto mais forte dos últimos 30 anos, que matou mais de 70 mil pessoas.

BBC Brasil |

O comitê encarregado das vistorias passou o mês de junho visitando um total de 6,2 milhões de metros quadrados, em 58 construções, entre arranha-céus e prédios com projetos arquitetônicos inusitados.

Entre os prédios que passaram pela rigorosa vistoria estão o Estádio Nacional, também conhecido como "Ninho de Pássaro", e as famosas "Torres Inclinadas", que serão a nova sede do canal de TV estatal China Central Television, o CCTV.

O resultado do levantamento ainda não foi divulgado. No entanto, a agência ressalta que muitos dos prédios modernos construídos recentemente em Pequim são obra de escritórios internacionais de arquitetura prestigiados no Ocidente, o que poderia, segundo o governo chinês, comprometer sua segurança durante eventuais tremores.

Critérios
O governo teme que, por conta das diferenças geográficas, os arquitetos estrangeiros não tenham experiência em projetar prédios que precisam ser resistentes aos tremores.

"Muitos (prédios) foram projetados por arquitetos estrangeiros que vem de zonas onde não ocorrem terremotos e não tem experiência em projetar construções à prova de terremotos", disse à Xinhua um oficial do Comitê Municipal de Construções de Pequim, que não foi identificado.

"Alguns projetos arquitetônicos são um tanto anormais e vão além dos critérios de design existentes", disse o oficial à agência.

Padrões
Segundo o comitê, as construções que não passarem no teste serão convidadas a fazer reformas e mudar os padrões de segurança, para que o prédio se torne à prova de terremotos.

Desde 1976, quando um grande tremor causou a morte de mais de 240 mil pessoas em Tangshan, no norte do país, os padrões de construção da capital exigem que os prédios sejam construídos para suportar terremotos de até oito graus da escala Richter.

De acordo com o comitê, as autoridades passarão a fiscalizar com rigor redobrado a capacidade das construções em resistirem a tremores de terra.

A Xinhua destaca ainda que o Comitê de Construções pretende ainda conduzir testes e fiscalizações em todos os prédios da capital, inclusive nas residências , mas não informou quando o governo irá começar estas inspeções.

Todas as construções erguidas na cidade precisarão passar pela aprovação do Comitê, informou a agência.

Ninho de Pássaro
O Estádio Nacional de Pequim foi construído especialmente para os Jogos Olímpicos e irá receber, em seus 91 mil assentos, os convidados das cerimônias de abertura e encerramento do evento.

O projeto do estádio é uma parceria do escritório suíço Jacques Herzog and Pierre de Meuron com o grupo China Architecture Design and Research.

Igualmente concebidas por estrangeiros, as torres interligadas, que serão a nova sede da TV estatal CCTV foram projetadas pelo holandês Rem Koolhaas.

As torres se interconectam numa passagem horizontal inclinada a seis graus, o que dá à obra a aparência de uma da torre "dobrada", cuja a ponta retorna ao chão. A torre maior tem 234 metros de altura e a menor, 194 metros. Juntas, elas totalizam 496 metros quadrados de área.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG