Terremoto deixa pelo menos cinco mortos na China

Um forte terremoto de 7,5 graus de magnitude, com epicentro na província de Sichuan (sudoeste), deixou pelo menos cinco mortos nesta segunda-feira. O presidente Hu Jintao ordenou ao Exército o envio de ajuda urgente às vítimas.

AFP |

Entre os mortos, pelo menos quatro são crianças que faleceram no desabamento de duas escolas primárias em Chongqing, no distrito de Liangping, segundo a agência oficial Xinhuan. Outras 100 pessoas teriam ficado feridas.

"O presidente Hu Jintao ordenou grandes esforços para resgatar as vítimas do tremor de terra", informou a agência.

O primeiro-ministro chinês Wen Jiabao visitou a área do epicentro do tremor, no distrito de Wenchuan.

"O Exército foi movilizado para auxiliar o governo gobierno local do distrito de Wenchuan a avaliar a situação e ajudar nas tarefas de resgate", explicou o Tian Yixiang, do Exército Popular de Libertação e membro do departamento de situações de emergência.

O epicentro do tremor, registrado às 14H30 locais (3H30 de Brasília), foi localizado a 93 km de Chengdu, capital da província Sichuan e onde vivem mais de 10 milhões de pessoas, segundo o Instituto Nacional de Geofísica dos Estados Unidos (USGS).

O forte terremoto provocou o desabamento de edifícios na província vizinha de Yunan. O aeroporto internacional de Chengdu, capital de Sichuan, foi fechado provisoriamente.

As autoridades alertaram para a possibilidade de uma réplica do terremoto afetar Pequim ainda nesta segunda-feira.

frb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG