Terremoto de magnitude 5,9 atinge o Chile, sem danos

SANTIAGO (Reuters) - Um terremoto de magnitude 5,9 atingiu nesta sexta-feira o centro-sul do Chile, área já devastada por um tremor em fevereiro, mas desta vez não houve relatos imediatos de danos. Moradores da região de Bío-Bío acordaram assustados com o tremor, que durou 25 segundos, segundo a Rádio Cooperativa.

Reuters |

O Serviço de Pesquisas Geológicas dos EUA disse que o sismo ocorreu às 6h03 (7h03 em Brasília), com magnitude 5,9 e epicentro 66 quilômetros ao sul de Concepción, cidade que foi praticamente arrasada pelo terremoto de magnitude 8,8 em 27 de fevereiro.

Inicialmente, os técnicos dos EUA estimaram a magnitude do novo tremor em 6,1.

A Marinha chilena descartou a possibilidade de tsunami.

"Não tenho relatos de danos à infraestrutura ou às pessoas", disse o ministro do Interior, Rodrigo Hinzpeter, à Rádio Cooperativa.

"Espero que esta seja a última das réplicas que os sismologistas alertaram que poderiam ocorrer depois do terremoto de 27 de fevereiro."

O tremor de fevereiro e os tsunamis subsequentes mataram centenas de pessoas, além de destruírem estradas e cidades, com prejuízos estimados em 30 bilhões de dólares, entre danos e perda de produtividade.

O centro-sul do Chile já sofreu dezenas de abalos secundários desde então.

(Reportagem de Simon Gardner)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG