Terremoto de 8,0 graus provoca tsunami e mortes no Pacífico

WASHINGTON (Reuters) - Um forte terremoto de magnitude 8,0 graus que atingiu a Samoa Americana, no Oceano Pacífico, provocou um tsunami e ondas de mais de 1,57 metro de altura, informaram agências do governo norte-americano nesta terça-feira. Uma autoridade do Serviço Nacional de Parques dos Estados Unidos disse haver mortos na ilha de Samoa Americana, mas não há estimativas.

Reuters |

Ondas em Pago Pago estavam 1,57 metro acima do nível normal do mar, de acordo com o Centro de Alertas para Tsunamis no Pacífico, no Havaí.

Mais cedo, a agência havia emitido um alerta de tsunami para Nova Zelândia, Samoa Americana e outras pequenas ilhas do Pacífico.

Samoa Americana é um pequeno território norte-americano localizado entre o Havaí e a Nova Zelândia e tem população de cerca de 65 mil pessoas.

Holly Bundock, porta-voz do Serviço Nacional de Parques dos EUA para a região Oeste, em Oakland, na Califórnia, disse "eu diria que estamos alarmados", acrescentando que o serviço recebeu informações de Mike Reynolds, superintendente do órgão em Samoa Americana.

Reynolds disse a um operador da Yellowstone que quatro ondas do tsunami, entre 4,6 metros e 6 metros de altura, avançaram entre 0,8 quilômetro e 1,6 quilômetro em direção à ilha de Tutuila, onde localiza-se Pago Pago.

"O centro de visitantes do Parque Nacional de Samoa Americana e seus escritórios parecem ter sido destruídos completamente", disse Bundock.

Reynolds informou sobre mortes, mas não teve confirmação sobre números, disse ela. "Ele está completamente isolado do resto da ilha", afirmou.

Na ilha de Samoa Ocidental, alguns residentes disseram à rádio New Zealand terem sentido um forte tremor e foram recomendados pelas autoridades a procurar locais mais altos.

"Leituras dos níveis do mar indicam que um tsunami foi gerado. Deve ter sido destruidor ao longo do litoral perto do epicentro do terremoto e pode também ser um risco a litorais mais distantes", informou o Centro de Alerta do Pacífico.

O epicentro do tremor foi a 190 quilômetros sudoeste de Samoa Americana, uma remota ilha no Pacífico, e a 33 quilômetros de profundidade, disse o Centro Geológico dos EUA.

O Havaí disse estar monitorando a situação.

A rede de televisão norte-americana CNN disse que se um tsunami atingir o Havaí, ele chegará por volta de 20:18 (horário de Brasília).

(Reportagem de Stacey Joyce em Washington, Bud Seba em Houston e Jim Christie em San Francisco)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG