Alerta de tsunami chegou a ser dado, mas foi reduzido e ameaça não existe mais

Um terremoto de 7,5 graus de magnitude abalou neste sábado a região das Ilhas Nicobar, na Índia, deflagrando um alerta de tsunami para várias zonas do Oceano Índico, reduzido posteriormente pelo Centro de Alertas de Tsunami do Pacífico.

O epicentro do tremor foi situado sob o Oceano Índico, a 155 km das Ilhas Nicobar, e o alerta foi dado para os litorais de Índia, Indonésia, Sri Lanka, Mianmar, Tailândia, Malásia, entre outras regiões do Oceano Índico.

Posteriormente, o Centro informou que rebaixou o alerta baseado em uma análise do terremoto e após o Serviço Geológico americano revisar para baixo a magnitude do tremor, de 7,7 para 7,5.

"A ameaça de um tsunami destrutivo não existe baseado em dados do terremoto e do tsunami", afirmou o Centro, com base no Havaí.

Segundo o Centro, há a possibilidade de que um tsunami local afete costas que estejam a menos de 100 km do epicentro do tremor, que ocorreu a 155 km a oeste das ilhas Nicobar.

Já o Centro de Tsunamis da Índia afirmou que o terremoto deve gerar um aumento de 50 cm nos níveis das ondas nas ilhas próximas, acrescentando que isso "não é alarmante".

"Divulgamos um aviso de tsunami para 10 das 15 ilhas próximas esperando que os níveis do mar possam subir em meio metro nos próximos 30 a 60 minutos", disse Sriniwas Kumar, porta-voz do Centro Nacional indiano para Serviços de Informação do Oceano, à AFP.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.