Terremoto de 6,6 graus atinge Indonésia

Três pessoas foram mortas pelos tremores que abalaram a ilha de Sumatra

iG São Paulo |

Três pessoas morreram em um terremoto de 6,6 graus que atingiu o norte da ilha de Sumatra, na Indonésia, durante a madrugada de segunda para terça-feira, informaram as autoridades.

AFP
Terremoto danificou casas e igrejas em Sumatra

Maura Sakti, prefeito de Subulussalam, afirmou ao canal de TV One, que um menino de 12 anos foi morto e que pelo menos uma pessoa tinha sofrido ferimentos. Depois, Boby Sigir, um oficial da Agência Nacional de Gestão de Catástroges, confirmou a morte de duas pessoas em Aceh - além do menino, um senhor de 60 anos - enquanto uma mãe de 26 anos faleceu no distrito de Dairi, ao norte. Tanto o garoto quanto a mulher foram mortos pela queda de paredes, enquanto a causa da morte do homem ainda não foi esclarecida.

O tremor de terra começou por volta da 1h (segunda-feira, 14h55 de Brasília) a uma profundidade de 52 km. O epicentro foi localizado 400 km ao sudoeste de Banda Aceh, segundo informações do Instituto de Geofísica americano (USGS).

Cerca de 50 casas, incluindo mesquitas, igrejas e hospitais, foram danificadas pelos tremores, e mais de 250 lojas e quiosques pegaram fogo, por conta de um curto-circuito. Segundo o chefe da polícia da cidade de Singkil, Helmy Kesuma, centenas foram retirados de suas casas e refugiados em abrigos improvisados, enquanto as autoridades avaliavam os estragos.

De acordo com relatos, os habitantes saíram de suas casas aos gritos, em pânico, após os tremores, que tiveram duração de aproximadamente dois minutos. "Foi o terremoto mais forte que eu já conheci. Pensei que era o fim do mundo", declarou o agricultor Abdul Kader Angkat, 42 anos.

O pavor se extendeu até Medan, província do norte, onde um hospital teve que ser evacuado. Alguns pacientes foram obrigados a sair sobre cadeiras de rodas e outros com agulhas ainda presas aos seus braços.

O terremoto foi sentido nas cidades de Banda Aceh e Medan, ao norte de Sumatra. Banda Aceh é a principal cidade da província de Aceh, destruída em 2004 por um terremoto e um tsunami que deixaram mais de 220 mil mortos no Oceano Índico.

O centro de alerta de tsunami para o Pacífico, instalado no Havaí, confirmou que o terremoto teve origem a uma profundidade que não permitiu desencadear um maremoto.

A Indonésia está no chamado cinturão de fogo do Pacífico, onde há o encontro de várias placas tectônicas continentais, o que provoca uma intensa atividade vulcânica e sísmica.

* Com AFP e AP

    Leia tudo sobre: indonésiaterremotosumatra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG