Tremor de 5,3 graus na escala Richter ocorreu a uma profundidade de 10 km e foi sentido em Gênova, Turim e Milão

Um tremor de terra de 5,3 graus de magnitude foi sentido no norte da Itália nesta sexta-feira, o segundo nesta semana. Não há informações imediatas de danos ou feridos.

Leia também: Dois terremotos atingem o norte da Itália

Uma das estátuas do Reggia di Colorno, perto de Parma, ao norte da Itália, cai no chão após terremoto
AP
Uma das estátuas do Reggia di Colorno, perto de Parma, ao norte da Itália, cai no chão após terremoto

O Serviço Geológico dos Estados Unidos informou que o tremor ocorreu às 15h53 do horário local (12h53 em Brasília) a 10 km de profundidade e a 36 km a sul-sudoeste de Parma. O terremoto, que durou de 10 a 15 segundos, também foi sentido nas cidades de Gênova, Turim e Milão.

Alguns edifícios comerciais em Milão foram esvaziados por precaução, informou a agência de notícias italiana Ansa.

"A mesa começou a tremer. Primeiro pensei que era eu. Depois vi a água na garrafa mexer, mas não era tão forte. As pessoas no térreo não sentiram nada", afirmou Paolo Forlani, funcionário da Universidade Johns Hopkins, no centro de Bolonha.

Réplicas menores também foram sentidas, segundo relatos de usuários do Twitter. A companhia ferroviária estatal Trenitalia informou que os serviços de trens foram brevemente interrompidos entre Milão e Bolonha.

"Temos relatos de que estruturas caíram de edifícios, mas nada particularmente sério no momento", afirmou uma autoridade do Corpo Nacional dos Bombeiros da Itália. "Todos os nossos homens estão verificando esses lugares."

Um pequeno terremoto, de 4,9 graus de magnitude já havia atingido o norte da Itália na quarta-feira , sem causar danos ou deixar feridos.

Aproximadamente 300 pessoas foram mortas em abril de 2009, quando um forte terremoto atingiu a região central da Itália, na cidade de L'Aquila.

Com AP e Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.