Terremoto atinge ilhas na Itália, sem deixar feridos

Autoridades negam que tremor de 4,5 graus nas ilhas Eólias tenha deixado feridos

Reuters |

Um terremoto de magnitude 4,5 perto das Ilhas Eólias, popular destino turístico na costa sul da Itália, provocou o deslizamento de pedras em uma praia lotada nesta segunda-feira, causando pânico mas sem deixar feridos, informaram autoridades e a mídia.

Reportagens iniciais da imprensa italiana diziam que até sete pessoas tinham ficado feridas após o terremoto, que atingiu a ilha principal de Lipari às 9h54 (horário de Brasília), mas as autoridades negaram posteriormente que tivesse qualquer vítima.

"Não houve feridos ou mortos", disse o senador Renato Schifani, que estava de férias na região a bordo de uma embarcação e foi retirado do local por autoridades, ao canal de tevê Sky TG24. "A situação está sob controle."

Autoridades locais de saúde disseram que ao menos seis pessoas sofreram ataques de pânico, incluindo algumas que mergulharam na água no momento do deslizamento e foram atacadas por águas-vivas, segundo a agência de notícias Ansa.

"Nunca tinha visto a terra tremer assim", disse à Ansa Andrea Graffagnini, que estava em Lipari no momento do tremor. "Vi pessoas gritando e mergulhando na água com medo."

A tevê italiana mostrou imagens de uma grande nuvem de poeira branca se estendendo do topo das montanhas até o mar logo após o terremoto.

    Leia tudo sobre: itáliaterremoto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG