Terra América Latina faz acordos com Sony BMG, Warner Music e Google

São Paulo, 3 jul (EFE) - O portal Terra, controlado pelo grupo espanhol Telefónica, anunciou hoje uma série de acordos com as gravadoras Sony BMG e Warner Music e com o site de buscas Google, que permitirão a troca de diversos conteúdos, informou hoje o presidente regional da empresa, Fernando Madeira.

EFE |

Durante o ato de oficialização da cobertura exclusiva na rede da internet para a América Latina e Estados Unidos dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, que ocorrerão em agosto na China, Madeira fez outros anúncios assinados e que serão implementados neste semestre.

Junto ao presidente de Warner Music Brasil, Sergio Affonso, Madeira disse que o portal disponibilizará mais de três mil videoclipes dos principais artistas da companhia fonográfica, com atualização semanal e disponíveis em todos os países da América Latina e para o serviço em espanhol e português nos Estados Unidos.

Em uma segunda fase, o convênio contempla o serviço pay per view para baixar os videoclipes ou assistir aos shows dos artistas nos canais do "Terra TV", em uma estratégia também para a promoção recíproca dos artistas brasileiros e hispânicos nesses mercados.

Com a Sony BMG, no entanto, foi assinado um inédito acordo no Brasil para a criação do Sonora, ferramenta que permite o acesso a 600 mil músicas e o download para o computador, telefones celulares e outros reprodutores por um valor aproximado a US$ 12,4 mensais e com compatibilidade com o Windows Media Player.

O lançamento do serviço está previsto para 15 de julho e depois, com o aumento de 40 mil estações de rádio, será agregado para facilitar a troca de músicas ao site de relacionamentos sociais Orkut, controlado pelo Google.

Adicionalmente, o Terra desenvolveu conteúdos convencionais em plataformas compatíveis para os novos telefones celulares de alta geração Y seus primeiros projetos diferenciados serão as coberturas dos Jogos Olímpicos, em agosto, e do campeonato brasileiro.

Nesta quinta-feira foi feito um lançamento simultâneo em oito cidades da América Latina e Estados Unidos da cobertura exclusiva na internet da informação oficial das disputas olímpicas.

Na apresentação, em São Paulo, Madeira disse que o investimento chegou a US$ 7 milhões pelos direitos exclusivos, e especificou que o portal fará a transmissão dos jogos com 13 canais de televisão ao vivo através da rede. EFE wgm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG