Terminam manobras navais russo-venezuelanas no Caribe

As manobras das Marinhas de Rússia e Venezuela terminaram nesta terça-feira, no Mar do Caribe, com a promessa mútua de se incrementar a cooperação militar bilateral e planos para manobras no Mar do Norte.

AFP |

Segundo o canal estatal venezuelano VTV, o cruzador nuclear russo "Pedro, o Grande" e o destróier "Almirante Chabanenko", acompanhados de três fragatas venezuelanas, realizaram exercícios de luta antiterrorista e de combate ao tráfico de drogas.

As manobras militares, as primeiras que a Rússia realiza no Caribe desde o fim da Guerra Fria, ocorreram na zona econômica exclusiva venezuelana, a uma distância de entre 20 e 50 milhas da costa.

Imagens divulgadas pela televisão oficial mostraram a despedida da frota russa, composta por quatro navios.

Os navios russos devem sair das águas venezuelanas nas próximas horas para retornar diretamente à Rússia.

Os comandantes militares venezuelanos e russos que dirigiram estas manobras manifestaram seu desejo de que sejam as primeiras de uma série de exercícios que leve a Marinha venezuelana ao Mar do Norte.

bl/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG