Terminam eleições presidenciais das Maldivas

Nova Délhi, 28 out (EFE).- A população das Maldivas votou hoje sem grandes incidentes no segundo turno das eleições presidenciais, um duelo entre o atual presidente, Maumoon Abdul Gayoom, e Mohammed Nashid.

EFE |

"Não houve incidentes. As sessões de votação foram encerradas, mas ainda não é possível saber quantas pessoas participaram", disse à Agência Efe o subdiretor-geral da Comissão Eleitoral, Mohammed Tholal.

Tholal não pôde precisar quando os resultados definitivos serão divulgados, mas pouco antes, o presidente da comissão, Mohammed Ibrahim, disse à imprensa que poderia haver uma certa demora.

"Damos um prazo de sete dias para o resultado. (...) É a rodada final e devemos ter cuidado", disse Ibrahim, em declarações ao site maldívio "Minivan".

Ibrahim antecipou, no entanto, que na quarta-feira a comissão já terá acesso a um resultado parcial.

O vencedor será o primeiro presidente eleito em eleições multipartidárias no arquipélago do Índico, composto por cerca de 1.200 ilhas e governado por Gayoom desde 1978.

O atual presidente foi o primeiro colocado no primeiro turno das eleições em 8 de outubro. No entanto, não alcançou os 50% necessários para renovar seu mandato sem a necessidade de um segundo turno. Gayoom obteve 40,63% dos votos, contra os 25,09% de seu adversário.

Cerca de 209 mil pessoas foram convocadas às urnas dos colégios eleitorais das Maldivas ou às localizadas em países onde há grandes comunidades de maldívios. EFE daa/ab/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG