Estados Unidos e Coréia do Norte se reuniram em Nova York nesta sexta-feira para tentar reanimar as conversações sobre as medidas de verificação da suspensão do programa nuclear de Pyongyang, além de permitir que o país comunista seja retirado da lista negra americana do Eixo do Mal.

Participaram do encontro Sung Kim, diretor de assuntos coreanos do departamento americano de Estado, e os representantes norte-coreanos.

Não há detalhes sobre o que foi conversado pelos representantes, que encerraram o encontro na noite desta sexta-feira.

O objetivo da reunião era fazer Pyongyang aceitar as medidas de verificação de seu programa nuclear, disse antes do encontro o porta-voz do Departamento de Estado, Robert Wood.

"É evidente que vão conversar sobre as negociações dos Seis; é evidente que falarão das recentes discussões sobre o mecanismo de verificação que pedimos aos norte-coreanos que aceitem", disse Wood, afirmando não ter "nenhuma idéia" sobre se Pyongyang estaria disposto a assinar o protocolo de verificação.

"É evidente, no entanto, que Sung Kim avaliará o estado das coisas", concluiu.

A Coréia do Norte fechou seu principal reator nuclear e começou a desmontar seu programa atômico após o acordo negociado por seis países (China, Coréia do Norte, Coréia do Sul, Estados Unidos, Japão e Rússia).

pp/ap/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.