Termina primeira audiência do julgamento contra Aung San Suu Kyi

Bangcoc, 18 mai (EFE).- A primeira audiência do julgamento contra a líder do movimento democrático birmanês e Nobel da Paz, Aung San Suu Kyi, por violar as condições de sua prisão domiciliar, terminou hoje em um tribunal instalado no presídio de segurança máxima de Insein, nos arredores de Yangun.

EFE |

A sessão permitiu ao advogado da acusação, o subdiretor de Polícia Ye Myint Aung, expor o caso contra a chefe da Liga Nacional para a Democracia (LND), o único partido opositor que resiste à pressão da Junta Militar que governa Mianmar (antiga Birmânia), segundo uma rádio local.

Junto a Suu Kyi, de 63 anos e com delicado estado de saúde, também estão sendo julgadas as duas mulheres birmanesas que cuidam da líder opositora e o americano John William Yettaw.

A ação de Yettaw de entrar às escondidas na casa de Suu Kyi na semana passada, sem que ainda se saiba bem os motivos, foi o que desencadeou o processo que pode custar à Nobel da Paz uma sentença de entre três e cinco anos de prisão. EFE grc/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG