Os pescadores dos portos franceses do Mediterrâneo voltaram ao trabalho depois de três semanas de greve contra a alta dos combustíveis.

"Voltamos ao trabalho esta manhã, todos os portos do Mediterrâneo reiniciaram seus trabalhos, mas seguimos alertas à espera da reunião dos ministros em Bruxelas. Podemos pressionar", declarou à AFP Ange Natoli, do Comitê de Vigilância dos Pescadores do Mediterrâneo.

Um conselho de ministros europeus do setor da pesca está previsto para o dia 23 de junho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.