Tensão e deslocamentos aumentam no sul da RDC

Genebra, 30 jan (EFE).- A tensão e os deslocamentos aumentaram esta semana na província do Kivu do Sul, na República Democrática do Congo (RDC), após o início da ação militar conjunta deste país e de Ruanda contra os rebeldes que atuam em Kivu do Norte.

EFE |

Isto foi afirmado em entrevista coletiva pelo porta-voz do Alto Comissário das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), Ron Redmond.

Cerca de 5 mil pessoas fugiram de Makobola, após a milícia do Frente Democrática para a libertação de Ruanda (FDLR) bloquear uma das estradas principais.

Esta situação também coloca em perigo a repatriação dos refugiados congoleses desde a Tanzânia, cujo principal destino costuma ser Makoloba.

Redmond afirmou que o Acnur está "consternado porque o aumento das tensões e o bloqueio podem produzir mais deslocamentos". EFE mrm/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG