Temporal na Itália causa 1 morto e interrompe conexões marítimas

Roma, 2 jan (EFE).- Uma pessoa morreu hoje quando uma rocha caiu em Atrani, no litoral da Itália, após as intensas chuvas que castigaram a região de Campânia nas últimas 48 horas.

EFE |

O temporal que também atingiu outras regiões do país como a Toscana, Ligúria e Calábria, e que interrompeu as conexões marítimas com as ilhas Eolias, ao norte da Sicília, e entre Nápoles e a ilha de Capri.

Carmine Abate, de 44 anos, morreu nesta manhã quando uma rocha rolou sobre o restaurante em que ela trabalhava, por causa das fortes chuvas dos últimos dois dias, declararam à Efe fontes de Defesa Civil.

Na região de Campânia, foram registraram condições marítimas adversas que obrigaram a suspender as conexões com a ilha da Sicília e com a de Capri.

Outras ilhas que ficaram isoladas foram as de Eolias, onde, conforme os meios de comunicação, 300 turistas permanecem bloqueados.

A região da Toscana permanece em alerta pela possibilidade do lago Massaciuccoli transbordar e do rio Serchio, uma região já atingida pelas inundações do dia do Natal.

Continua o controle sobre o rio Arno, que na sexta-feira superou a altura da Galeria dos Ufizzi, em Florença, o primeiro nível de alerta. EFE ebp/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG