Fortes tempestades elétricas causaram a maioria dos 700 focos de incêndios registrados em diversas áreas da Califórnia (oeste), obrigando os bombeiros a se dirigirem, principalmente, para o norte do estado, onde já foram queimadas mais de 4450 km2 de florestas, anunciou nesta segunda-feira o Escritório estatal de Situações de Emergência (OES).

Os incêndios ocorrem num momento em que estão sendo completados dois anos consecutivos de seca.

No dia 12 de junho, o governador Arnold Schwarzenegger havia anunciado o estado de emergência no vale central, a maior região agrícola dos Estados Unidos, oito dias depois de ter proclamado estado de seca em toda a Califórnia, onde vivem 37 milhões de pessoas.

A maioria dos focos de incêndio foram provocados por raios que atingem o Estado desde a sexta-feira.

A Califórnia é alvo de incêndios dramáticos por seu clima seco e pelas construções próximas a florestas. Em outubro de 2007, uma devastadora "tempestade de fogo" deixou oito mortos, 2.000 casas destruídas, 60.000 pessoas deslocadas e prejuízos de mais de 1 bilhão de dólares.

tq-rcw-pb/fb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.