Tempestades de vento e granizo matam 17 pessoas na China

Maioria das vítimas morreu devido à queda de muros e outros objetos

EFE |

Pequim - Tempestades com granizo e forte vento causaram a morte de 17 pessoas e feriram 118 na província chinesa de Cantão, no sul de país, informou nesta segunda-feira a agência oficial "Xinhua". Quase todas as vítimas morreram devido à queda de muros e de objetos provocados pelos fortes ventos.

Segundo o Ministério de Assuntos Civis chinês, as chuvas e ventos afetaram 506,7 hectares de cultivos e provocaram perdas econômicas de 50 milhões de iuanes (US$ 7,6 milhões) na região. Na província de Guizhou, no sudoeste da China, as tempestades de granizo não causaram mortos, mas provocaram perdas econômicas no valor de 75 milhões de iuanes (US$ 11 milhões).

AP
Equipes de resgate socorrem vítima debaixo de entulhos na cidade de Foshan

    Leia tudo sobre: CHINATEMPESTADES

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG