Manila - As autoridades de Manila ordenaram o fechamento hoje das escolas públicas e privadas devido à passagem da tempestade tropical Helen, que tem ventos sustentados de 95 km/h e causa fortes chuvas, pela ilha de Luzon.

As Prefeituras de Caloocan, Las Piñas, Malabon, Navota e Taguig, todas elas em Luzon, adotaram a mesma medida por causa das inundações.

A Administração de Serviços Atmosféricos, Geofísicos e Astronômicos (Pagasa) afirmou que a tempestade se movimentava às 14h (3h de Brasília) em direção oés-noroeste a 7 km/h, com ventos sustentados de 95 km/h e rajadas de 120 km/h.

EFE

Tempestade "Helen" ganha força enquanto se aproxima

As autoridades advertiram do risco de enchentes, deslizamentos de terras e ondas gigantes nas províncias de Apayao, Batanes, Cagayan, Calayan, Ilocos Norte e Isabela, onde foi declarado o nível 2 de alerta.

A Pagasa recomendou que os pescadores fiquem no porto e não saiam para trabalhar durante os próximos dias.

No mês passado, o tufão "Fengshen" deixou 557 mortos, 26 desaparecidos, quase 3 milhões de desabrigados e danos no valor de US$ 292 milhões, segundo dados do Conselho Nacional Coordenador de Desastres.

Cerca de 15 a 20 tufões passam pelas Filipinas todos os anos durante a estação chuvosa, que, geralmente, começa entre maio e junho e termina em novembro ou dezembro.

Leia mais sobre: tempestades

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.