Gustav se afasta de Cuba e segue rumo à Jamaica - Mundo - iG" /

Tempestade tropical Gustav se afasta de Cuba e segue rumo à Jamaica

Havana, 28 ago (EFE).- A tempestade tropical Gustav mudou sua trajetória durante a noite desta quarta-feira, e agora segue para o sudoeste, em direção à Jamaica, e se afasta de Cuba - apesar de o país ainda continuar sob alerta -, enquanto no Caribe se formou a oitava depressão tropical do ano.

EFE |

"'Gustav' está se deslocando para o sudoeste, rumo ao sul da Jamaica, como foi observado pelo radar na região de Gran Piedra (Santiago de Cuba) e confirmado por um avião de reconhecimento", diz um aviso de ciclone tropical emitido às 6h local (7h, em Brasília) pelo Instituto de Meteorologia cubano.

Embora "tenha se fortalecido um pouco", a nova trajetória "diminui consideravelmente qualquer possibilidade (de a tempestade) afetar as províncias orientais de Cuba", acrescenta o boletim.

A sétima tempestade tropical da atual temporada do Atlântico já causou pelo menos 19 mortes no Haiti e oito na República Dominicana, quando passou pela ilha La Española como furacão, com ventos de mais de 150 km/h.

Segundo o Instituto, a tempestade agora atinge ventos de até 85 km/h, o que representa um aumento, depois de ter diminuído, na quarta-feira, para 75 km/h ao atravessar o sudoeste do Haiti.

"Durante as próximas 12 a 24 horas, espera-se que 'Gustav' se desloque rumo ao oeste a aproximadamente 13 km/h, pela costa sul da Jamaica. Depois, seu movimento se inclinará para oeste-noroeste", diz o aviso.

"Após se afastar da Jamaica nesta sexta-feira, 'Gustav' poderá se fortalecer enquanto estiver se movimentando para o oeste-noroeste.

Estas perspectivas fazem com que as províncias do ocidente do país (Cuba) devam se manter informadas", afirma.

O Instituto cubano anunciou, em outro boletim, a formação da "depressão tropical número oito" da temporada, que esta manhã estava a aproximadamente 575 quilômetros ao leste-nordeste das Ilhas de Sotavento.

A depressão se movimenta para o oeste-noroeste a 7 km/h, e seus ventos máximos são de 55 km/h.

"As condições na atmosfera superior são favoráveis para que esta depressão tropical possa se transformar em uma tempestade tropical nas próximas 12 a 24 horas", diz o Instituto cubano. EFE am/fh/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG