Tempestade tropical Danny deve se aproximar do nordeste dos EUA

Por Jane Sutton MIAMI (Reuters) - A tempestade tropical Danny passava pelo Oceano Atlântico nesta quinta-feira, numa trajetória errática que poderia levá-la a chegar perto da costa nordeste dos Estados Unidos como furacão durante o fim de semana.

Reuters |

Meteorologistas do Centro Nacional de Furacões, dos EUA, pediram para que os moradores da área que vai da Carolina do Sul à Nova Inglaterra monitorassem a tempestade caso ela guinasse para oeste.

Ao meio-dia de quinta-feira, no horário de Brasília, o centro da tempestade Danny estava em um ponto cerca de 885 quilômetros a sul-sudeste do Cabo Hatteras, na Carolina do Norte. Ela percorria uma trajetória rumo ao noroeste a 20 quilômetros por hora e esperava-se que guinasse para o norte e depois para nordeste.

A trajetória levaria a tempestade para perto da Nova Inglaterra no sábado e depois para as províncias marítimas do Canadá, no Atlântico, no domingo. Com isso, ela atingiria a região produtora de energia do Canadá, que exporta petróleo, gás natural e produtos refinados para a região nordeste dos EUA, entre outros.

Danny tinha ventos sustentados de 95 quilômetros por hora e os meteorologistas afirmaram que poderia se transformar em furacão no sábado. As tempestades tropicais tornam-se furacões quando os ventos sustentados chegam a 119 quilômetros por hora.

Os meteorologistas preveem que Danny ultrapassará esse patamar de velocidade no sábado, tornando-se o segundo furacão da temporada, e depois começará a perder força.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG