Pequim, 4 out (EFE).- A tempestade tropical Higos perdeu força ao chegar à ilha chinesa de Hainan (sul), onde não causou destruição nem deixou mortos ou feridos, e, nesta manhã, atingiu o extremo sul da província de Cantão, com ventos e chuvas de menor intensidade.

Segundo a agência de notícias oficial do país, a "Xinhua", a 17ª tempestade tropical da temporada alcançou ontem a costa leste da ilha de Hainan, às 22h15 locais (11h15 de Brasília).

Mais de 24 mil navios pesqueiros foram obrigados a retornar para o porto devido à ameaça da "Higos", e todas as travessias de ferry pelo estreito de Qiongzhou, que separa Hainan de Cantão, foram suspensas.

Em Hainan, também foram proibidas todas as atividades de lazer ao ar livre, segundo o subdiretor do Departamento Provincial para Controle de Inundações, Ventos e Secas, Lin Mingzhong.

Por causa da proximidade da "Higos", as autoridades chinesas decretaram ontem alerta laranja na região.

A tempestate tropical chegou a Hainan com ventos de aproximadamente 65 km/h. No entanto, perdeu força assim que tocou em terra, e hoje seguiu para Cantão deslocando-se a 10 km/h e com ventos de 58 km/h.

A "Hiigos" se formou na terça-feira, no Oceano Pacífico, e chegou à China após passar pelas Filipinas. EFE ub/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.