Hanna está prestes a se tornar furacão - Mundo - iG" /

Tempestade Hanna está prestes a se tornar furacão

(atualiza com boletim do NHC das 15h Brasília) Miami, 5 set (EFE).- A tempestade Hanna está a ponto de se transformar em furacão ao aumentar seus ventos máximos sustentados para 115 km/h, enquanto o ciclone Ike continua ameaçando o sul do estado da Flórida (Estados Unidos).

EFE |

"Só um pequeno aumento na velocidade dos ventos poderia transformar Hanna em um ciclone", informou o Centro Nacional de Furacões (NHC), com sede em Miami, em seu boletim das 15h (Brasília).

Uma tempestade tropical se transforma em furacão de categoria um quando tem ventos máximos sustentados de 119 km/h na escala de intensidade Saffir-Simpson, que vai até cinco.

O olho da tempestade, que causou pelo menos 136 mortos em sua passagem pelo Haiti, chegará perto do litoral sudeste dos EUA hoje à noite com uma velocidade de 32 km/h, segundo o NHC.

"Hanna" se encontrava às 15h (Brasília) perto da latitude 29,8 graus norte e da longitude 78,5 graus oeste, cerca de 255 quilômetros ao este-nordeste de Daytona Beach, na Flórida, e a 500 quilômetros ao su-sudoeste de Wilmington (Carolina do Norte).

Já o furacão "Ike" perdeu intensidade quando seus ventos máximos diminuíram para 195 km/h, mas se mantém como um perigoso ciclone de categoria três.

"Ike" continua representando uma grande ameaça para a Flórida e, segundo a projeção de sua trajetória, poderia atingir terra firme na próxima terça-feira no extremo sul do estado, assinalaram os especialistas.

O governador da Flórida, Charlie Crist, decretou hoje estado de emergência devido à ameaça que representa.

"Ike", que segundo meteorologistas poderia atingir o sul da Flórida na próxima semana, se movimenta rumo a oeste a 26 km/h e espera-se que gire para oeste-sudoeste nesta noite, segundo o NHC.

Já a tempestade "Josephine", enfraqueceu novamente e, segundo o mesmo relatório, apresenta ventos máximos sustentados de 75 km/h.

"Josephine" está a oeste das ilhas de Cabo Verde, no continente africano, e se desloca a 13 km /h em direção ao noroeste. EFE sob/bm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG