Fay ganha força sobre Cuba e pode chegar à Flórida como furacão - Mundo - iG" /

Tempestade Fay ganha força sobre Cuba e pode chegar à Flórida como furacão

MIAMI - A tempestade tropical Fay chegou a Cuba, está ganhando força, pode se transformar em furacão e atingir a Flórida (Estados Unidos) após passar pelas águas aquecidas do Caribe, informou hoje o Centro Nacional de Furacões americano (NHC, em inglês).

EFE |

O Instituto de Meteorologia cubano também teve a mesma conclusão e informou que "Fay" pode se transformar em furacão antes mesmo de chegar aos EUA.

"Fay" está sobre o oeste de Cuba, com ventos máximos sustentados de 100 quilômetros por hora, e espera-se que ganhe força "enquanto o olho se desloca sobre as águas" do Caribe, destacou o NHC em seu boletim das 9h (horário de Brasília).


Fay passa por Cuba e segue para a Flórida / AP

Os meteorologistas previram que a tempestade tropical "se aproximará da força de um furacão na região (do arquipélago) de Florida Keys e será gerado um ciclone antes de chegar à península da Flórida".

Uma tempestade se transforma em furacão de categoria 1 na escala de intensidade Saffir-Simpson, que vai até 5, quando seus ventos máximos sustentados alcançam 119 quilômetros por hora.

Por isto, está mantido um alerta de tempestade (passagem do sistema em 36 horas) para a costa leste da Flórida, desde Jupiter Inlet Colony em direção ao sul, e ao longo da costa oeste do estado, desde Bonita Beach em direção ao sul, inclusive o lago Okeechobee.

Há um alerta de tempestade para a região de Florida Keys, desde Ocean Reef até Key West, inclusive Dry Tortugas e a baía da Flórida.

Também está vigente um alerta de furacão para a região de Florida Keys, desde o sul de Ocean Reef até Key West, inclusive Dry Tortugas e a baía da Flórida, desde a ponte Card Sound em direção ao oeste até Tarpon Springs.

Continua com efeito um alerta de furacão para as províncias cubanas de Havana e a da capital em direção ao leste, até Sancti Spíritus, disse o NHC, com sede em Miami.

Naquele momento, o olho da tempestade estava sobre a "costa norte ao oeste de Cuba" na latitude 23,2 graus norte e na longitude 81,2 graus oeste, ao nordeste de Varadero, a 125 quilômetros ao leste de Havana e 160 quilômetros ao su-sueste de Key West (Flórida).

"Fay" está se deslocando em direção a nor-noroeste com velocidade de 19 quilômetros por hora e espera-se que continue esta trajetória durante as próximas 24 horas, com "um giro em direção ao norte amanhã", afirmam especialistas.

"O olho de 'Fay' deveria emergir no estreito da Flórida durante as próximas horas e ficar muito perto da região de Florida Keys esta noite", informou o NHC.

A evacuação de turistas começou ontem na área de Florida Keys, onde os albergues já foram abertos, além disso, continuarão fechadas hoje as escolas nos condados de Monroe, Miami-Dade e Broward.

"Embora Miami-Dade não esteja em (a trajetória de) o olho de 'Fay', estamos em seu raio de ação", disse ao anunciar o fechamento das escolas o prefeito do condado, Carlos Alvarez.

No sábado o governador da Flórida, Charlie Crist, declarou estado de emergência diante da possibilidade de "Fay" ganhar força e se transformar em furacão antes de chegar à costa americana.

Durante a atual temporada atlântica, que começou em primeiro de junho e termina em 30 de novembro, já se formaram seis tempestades tropicais - "Arthur", "Bertha", "Cristobal", "Dolly", "Edouard" e "Fay", das quais a segunda e a quarta se transformaram em furacões.

A Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera americana (NOAA, em inglês) revisou sua previsão em agosto e disse que a temporada atlântica registrará uma maior atividade este ano, com a formação entre 14 e 18 tempestades tropicais, das quais entre sete e dez poderiam se transformar em furacões.

Leia mais sobre Fay

    Leia tudo sobre: tempestade tropical

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG