MIAMI - A tempestade tropical Danny pode se transformar em um furacão de categoria 1 no sábado quando estiver em frente à costa de Nova Jersey, nos Estados Unidos, em direção a águas abertas do Atlântico, segundo as previsões meteorológicas.

AFP

Imagem de satélite da movimentação da tempestade tropical "Danny"

"Danny" mantém ventos máximos sustentados de 75 km/h, mas o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês) afirmou que é possível que registre um lento fortalecimento durante os próximos dois dias.

Uma tempestade tropical se transforma em furacão quando os ventos máximos sustentados alcançam os 119 km/h na escala de intensidade de Saffir-Simpson, de um máximo de cinco.

Às 18h (de Brasília), o centro do sistema estava localizado perto da latitude 24,9 graus norte e da longitude 25,2 graus oeste, 625 quilômetros a leste de Nassau, Bahamas, e 1.185 quilômetros a su-sudeste de Cabo Hatteras, em Carolina do Norte, nos EUA.

O fenômeno se deslocava a 19 km/h em direção a oés-noroeste e deve diminuir a velocidade na noite de hoje e girar rumo ao norte na próxima sexta-feira, em uma trajetória percorrida pelo furacão "Bill".

O NHC pediu às populações do sudeste dos EUA e das Bahamas para vigiar o desenvolvimento de "Danny".

A temporada de furacões na bacia atlântica começa em 1º de junho e termina em 30 de novembro.

Foram formadas quatro tempestades, incluindo "Danny", e um furacão, "Bill".

A Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera (NOAA) dos EUA previu no começo de agosto a formação de entre 7 e 11 tempestades tropicais e de 3 a 6 furacões, dos quais um ou dois poderiam ser de categoria 3,4 ou 5, as maiores na escala de intensidade Saffir-Simpson.

Leia mais sobre tempestade

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.