Miami, 15 jul (EFE).- A tempestade tropical Bertha se afasta hoje das Bermudas em sua passagem por águas abertas do Atlântico, mas poderia se transformar novamente em furacão nas próximas 24 horas, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, em inglês) dos Estados Unidos Foi suspenso o aviso de tempestade (passagem do sistema em 24 horas) que havia sido emitido neste arquipélago.

Os meteorologistas do NHC, com sede em Miami, afirmaram em seu boletim das 9h de Brasília que o olho de "Bertha" estava perto da latitude 34,7 graus norte e da longitude 63,2 graus oeste, cerca de 305 quilômetros ao nor-nordeste das Bermudas.

A essa hora, a tempestade tropical, que apresenta ventos máximos sustentados de 110 km/h, se desloca para o nor-nordeste a cerca de 15 km/h, e deve haver "um giro hoje para o norte e nordeste".

Os especialistas afirmaram que é possível um "leve fortalecimento de 'Bertha' nas próximas 24 ou 48 horas", por isso, poderia se transformar novamente em furacão de categoria um na escala de intensidade Saffir-Simpson, que vai até cinco.

Uma tempestade tropical se transforma em um furacão de categoria um quando seus ventos máximos sustentados alcançam os 119 km/h.

Chuvas, fortes ondas e ressacas ainda estão afetando o litoral do arquipélago, onde na segunda-feira cerca de 4.000 casas ficaram sem energia elétrica.

Os meteorologistas esperam que as condições melhorem nos próximos dias, e alertaram sobre "perigosas correntes marinhas ao longo da costa leste dos Estados Unidos, das Carolinas (do Norte e do Sul) até o sul de Nova Inglaterra".

Durante a temporada de furacões do Atlântico norte de 2008, que começou em 1º de junho e termina em 30 de novembro, houve a formação de duas tempestades tropicais, "Arthur" e "Bertha", esta última que se tornou o primeiro ciclone da temporada.

Os meteorologistas previram que a temporada será "ligeiramente mais ativa" do normal, com a formação de entre seis e nove furacões e de 12 a 16 tempestades tropicais. EFE emi/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.