CIDADE DO MÉXICO - A tempestade Andrés se tornou um furacão de categoria 1 com ventos máximos de 120 km/h e sequências de 140 quilômetros, perto da costa do estado mexicano de Jalisco, informou uma fonte do Serviço Meteorológico Nacional (SMN) do México, nesta terça-feira.

Reuters

Pessoas empurram carro após tempestade inundar
vizinhança de Acapulco no México

De acordo com o Centro Nacional de Furacões dos EUA, o centro do furacão, de categoria 1 na escala Saffir Simpson, se localizava a cerca de 105 quilômetros a oeste-sudoeste do balneário mexicano de Manzanillo, com ventos máximos sustentados de 120 quilômetros por hora.

O "Andrés", que de acordo com a agência Reuters causou a morte de um pescador em praias do Estado de Guerrero, atingia a costa dos Estados de Michoacán, Colima e Jalisco, onde foram registradas chuvas, e avança com velocidade de 20 quilômetros por hora a noroeste.

De acordo com o centro norte-americano esse é o primeiro furacão da temporada de 2009 no Oceano Pacífico. 

O furacão é um ciclone tropical no Pacífico que se forma a leste da Linha Internacional de Data. Os ciclones tropicais que se formam no Pacífico a oeste desta linha são chamados de tufões.


(Com informações da EFE, da AFP e da Reuters)


Leia mais sobre furacão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.