Tempestade na costa do México pode virar furacão

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A tempestade tropical Andrés atingiu com violência a costa mexicana do Pacífico nesta segunda-feira e ameaça chegar ao popular balneário de Zihuatanejo. A tempestade ganha força e pode se tornar um furacão, segundo meteorologistas. Os ventos da tempestade Andrés, a primeira tempestade batizada da estação de furações do Pacífico leste, alcançaram 95 km/h.

Reuters |

"Nas próximas 24 horas a tempestade deve ganhar ainda mais força e se transformar num furacão", disse num comunicado o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos.

O porto mexicano de Lázaro Cárdenas, importante centro de cargas do Pacífico, e o balneário de Zihuatanejo podem estar perto da rota da tempestade, segundo o centro norte-americano.

Autoridades portuárias fecharam o porto de Zihuatanejo e recomendaram cuidado aos pescadores.

A tempestade passou 386 km a sudeste de Manzanillo, outro importante porto, ao norte do Lázaro Cárdenas. A Andrés pode levar chuvas fortes ao México central e ao oeste do país.

Por conta de outras tempestades, cinco pessoas morreram na cidade de Chihuahua, no norte do México, no domingo, de acordo com a imprensa mexicana.

Não há no momento operações de extração de petróleo na costa do México, no Pacífico.

(Reportagem de Catherine Bremer)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG