Tempestade de neve deixa milhares de famílias sem luz nos EUA

Washington, 27 jan (EFE).- A tempestade de neve que desde segunda-feira atinge vários estados americanos deixou milhares de famílias sem luz e fechou colégios e universidades, devido ao congelamento dos cabos de transmissão.

EFE |

Segundo dados dos serviços públicos americanos, aproximadamente 100 mil pessoas ficaram sem energia no norte do Texas, no oeste da Virginia e em Oklahoma, Arkansas, Missouri e Kentucky.

Nos estados mais afetados pelas tempestades - Oklahoma, Arkansas, Ohio, Indiana, Illinois e Maryland, a maioria das escolas públicas e universidades fechou.

O governador de Oklahoma, Brad Henry, decretou estado de emergência na segunda-feira e as autoridades pediram aos habitantes que não saíssem de casa.

O serviço meteorológico nacional informou que a tempestade se prolongará até quinta. Até o momento, a neve já matou sete pessoas, entre elas um homem de 93 anos de Bay City (Michigan) que amanheceu congelado dentro de casa depois que a companhia elétrica cortou sua luz por estar um mês com a conta atrasada.

Além disso, os aeroportos de Oklahoma City e Tulsa tiveram que cancelar vários de seus voos regulares na segunda-feira.

A Agência Federal para a Gestão de Emergências (Fema, na sigla em inglês) ativou geradores de energia em Oklahoma e Arkansas. Além disso, pediu aos engenheiros do Exército que elaborarem um plano para restabelecer o fornecimento de luz.

Embora a tempestade já esteja se deslocando rumo ao sul do Texas, Arkansas e Kentucky continuam sendo os estados que mais sofrem os efeitos da acumulação do gelo nos cabos elétricos.

A neve continuará no Missouri e em Ohio, e chegará no nordeste, incluindo Nova York, esta madrugada. A gelo que cobriu a Filadélfia e Washington hoje se dissolverá com as chuvas previstas para amanhã.

EFE llb/jcn/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG