Temer é eleito presidente do PMDB e partido reforça apoio a Dilma

Brasília, 6 fev (EFE).- O presidente licenciado do PMDB, deputado Michel Temer (SP), foi reeleito hoje para a função durante a convenção nacional do partido, onde também foi reforçado o apoio da legenda à candidatura da ministra Dilma Rousseff à presidência da República.

EFE |

A chapa única de Temer recebeu 591 de 597 votos. Dois foram nulos e quatro estavam em branco. O deputado é cotado para ser o candidato a vice na chapa de Dilma, e sua vitória no pleito do PMDB pode ser fundamental para sua escolha.

A convenção estava ameaçada de não acontecer até o fim da noite de ontem, por causa de uma liminar do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF) que havia sido solicitada pelos diretórios do partido em São Paulo, Pernambuco, Paraná e Santa Catarina. No entanto, outra liminar, que suspendeu a primeira, permitiu sua realização.

Dirigindo-se aos 600 delegados que participaram da convenção em Brasília, Temer defendeu a unidade do partido e pediu aos correligionários para que defendam a candidatura de Dilma à presidência como se fosse do próprio PMDB.

O deputado também elogiou o poderio eleitoral da legenda, afirmando que o atual Executivo sabe "que sem o PMDB, não se pode governar este país".

A decisão sobre o candidato a vice-presidente, no entanto, ficou pendente para uma próxima reunião, que será convocada assim que o PT anunciar oficialmente Dilma para disputar a presidência. EFE.

ed/id

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG