Ted Kennedy se prepara para deixar a vida política

O senador americano Ted Kennedy, que aos 77 anos sofre de um câncer de cérebro, pediu a seu Estado de Massachusetts que tome disposições para preencher rapidamente uma vaga no Senado.

AFP |

Em uma carta escrita no mês passado ao governador desse EStado do nordeste americano e publicada nesta quinta-feira, Kennedy pede que se modifique a lei vigente para poder substituir o ex-ocupante da vaga em Washington.

A atual lei, recorda o senador, prevê a organização de eleições especiais para designar o novo legislador num prazo de 145 a 160 dias.

O Senado é atualmente cenário de uma dura batalha política em torno do projeto de reforma do seguro saúde proposto pelo presidente Barack Obama e do qual Kennedy é um firme defensor.

O pedido de Kennedy visa não deixar sequer por alguns meses a bancada democrata com menos homens nessa batalha no caso de surgir uma vaga.

O senador sugere aos legisladores de seu Estado que modifiquem a lei vigente para que o governador possa nomear um substituto interino à espera de que o senador definitivo seja designado nas urnas.

O mais novo dos nove filhos Kennedy, graduado em Harvard, é imrão do ex-presidente John F. Kennedy e do ex-candidato presidencial Robert Kennedy, ambos assassinados nos anos 60.

Em 1962, Edward Kennedy ganhou uma vaga no Senado pelo liberal Estado de Massachusetts, que havia pertencido a seu irmão ao ser eleito presidente.

Na semana passada, devido a seus problemas de saúde, Ted Kennedy não pôde comparecer ao enterro de sua irmã Eunice.

str/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG