Ted Kennedy recebe prêmio póstumo da ONU

Genebra, 15 set (EFE).- O senador americano Ted Kennedy, falecido no último dia 25, recebeu postumamente o prêmio Nansen, concedido anualmente pelo Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur) a pessoas ou organizações que se destacam na defesa desse grupo.

EFE |

Segundo a Acnur, o prêmio foi dado a Kennedy "em reconhecimento a suas conquistas durante uma vida de dedicação às pessoas mais vulneráveis".

"Durante seus 46 anos de serviço no Senado dos Estados Unidos, o senador Kennedy lutou pela legislação de refúgio e asilo, o que culminou em importantes leis que reverteram a discriminação de forma dramática", diz a entidade da ONU.

Em entrevista coletiva concedida em Genebra, a porta-voz Melissa Fleming disse que, "por sorte, pudemos informar o senador Kennedy em junho sobre nossa decisão, e estamos profundamente tristes por seu falecimento".

Para a Acnur, Kennedy "fez mais para dar proteção e esperança aos refugiados do que qualquer outro político".

O prêmio Nansen existe desde 1954. O único brasileiro a receber tal honraria foi o arcebispo emérito de São Paulo, dom Paulo Evaristo Arns, em 1985.

O vencedor recebe US$ 100 mil como parte da premiação e pode doar a quantia a uma causa de sua escolha. EFE vh/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG