Tecnología laser permite leitura de discos rígidos 100.000 vezes mais rápido

Uma tecnologia laser de impulsos ultracurtos permite multiplicar por 100.000 a leitura e arquivamento de discos rígidos de computadores, segundo os resultados de pesquisas divulgados neste domingo por uma equipe científica francesa na revista especializada Nature Physics.

AFP |

Ao invés de utilizar a polarização elétrons nas cabeças de leitura para ler informações ou escanear as mesmas em um suporte como um disco rígido ou uma fita magnética, a equipe liderada por Jean-Yves Bigot, do Instituto de Física e Química de Materiais de Estrasburgo (leste da França), utilizou fótons, as partículas que constituem a luz e emitem os laser.

"Com a escrita da cabeça magnética falamos de eletrônica do spin. Nosso método é a fotônica do spin, já que são os fótons os que modificam o estado de imantação dos eletróns no suporte de inscrição", explicou Bigot.

Em 1988 o francês Albert Fert e o alemão Peter Grunberg conseguiram controlar o estado dos elétrons em fitas finas depois de evidenciar uma propriedade denominada magnetorresistência gigante. A descoberta valeu o prêmio Nobel de Física em 2007.

boc/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG