Técnicos testam equipamentos para resgate de mineiros chilenos

Resgate deve ser feito na segunda quinzena de outubro por cápsula com capacidade para uma pessoa que será deslizada por tubulação

AFP |

Os técnicos encarregados dos trabalhos de resgate dos 33 mineiros presos desde 5 de agosto no norte do Chile começaram a testar seus equipamentos desenhados para o resgate, previsto para a segunda quinzena de outubro, disse neste sábado uma fonte oficial.


AFP
técnicos ensaiam resgate de mineiros presos em acidente em mina no Chile
"Estamos tratando de ter todo o equipamento e todos os implementos antes do 'Dia D' para efetuar todos os testes necessários, para evitar situações complexas", afirmou o ministro da Mineração, Laurence Golborne, durante coletiva de imprensa nos arredores da mina. Os técnicos praticam como será feito o deslizamento pela tubulação metálica de uma cápsula construída pela Marinha chilena com capacidade para uma pessoa e que será introduzida nos túneis para o resgate.

Desde que os mineiros foram encontrados com vida depois de 17 dias do acidente que os prendeu, foram perfurados três túneis pelos quais se pretende chegar às galerias onde eles estão, a 700 metros de profundidade, e desde onde os mineiros possam ser içados. Uma das três cabines de aço já chegou à mina San José e a previsão é que nos próximos dias cheguem as outras duas.

Também se praticará a colocação dos tubos metálicos de 12 metros de comprimento por unidade, que deverão ser instalados para reforçar a segurança do buraco que oferecer melhores condições para o resgate. "Temos que tecnicamente prevenir todas as situações que podem ocorrer em uma operação dessa natureza", disse o ministro da Mineração.

Segundo Golborne, o processo de entubamento do túnel "pode levar de sete a 10 dias", e ainda não se sabe a data em que será iniciado. "Não tem sentido dar datas, há questões imponderáveis a serem consideradas, não fazemos uma estimativa de datas", disse o ministro. No entanto, Golborne disse que os túneis que provavelmente serão utilizados são os do Plano B e do Plano C, os mais avançados, pois a perfuradora encarregada do Plano A (Strata-950) ainda precisa percorrer 315 metros para atingir sua meta e deverá realizar uma segunda passagem para alcançar o diâmetro final.

    Leia tudo sobre: Mineiros chilenosresgatecápsulaChile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG