Um novo estudo realizado por cientistas britânicos revela que incentivar a boa postura por meio da chamada Técnica de Alexander pode ser a melhor opção para aliviar a dor crônica nas costas. Até antes dessa pesquisa, havia poucos indícios de que a técnica - que ensina os pacientes a se sentar, manter-se de pé e caminhar observando sua própria coordenação motora e sua postura - fosse eficiente no longo prazo.

No estudo, publicado na publicação científica British Medical Journal, pesquisadores das universidades de Bristol e Southampton contaram ter testado, por um ano, diferentes tratamentos em 463 pacientes que sofriam de dores crônicas nas costas.

Ao final do período, aqueles que haviam passado por 24 sessões da Técnica de Alexander passaram a sofrer de dores nas costas em média três dias por mês. Já aqueles que receberam seis sessões da técnica tiveram em média 11 dias de dores nas costas por mês, diz a pesquisa.

Um grupo que recebeu massagens teve dor durante 14 dias por mês e outro, que recebeu tratamento médico convencional - com consultas regulares, analgésicos e alguns tipos de exercício - teve dor nas costas em média 21 dias por mês.

Abordagem individual
Na Grã-Bretanha, calcula-se que cerca de metade da população já sofreu de dor nas costas.

"As lições da Técnica de Alexander oferecem uma abordagem individual para desenvolver habilidades que ajudam as pessoas a reconhecer, entender e evitar hábitos ruins que afetam a postura e a coordenação neuromuscular", afirmou a pesquisadora que coordenou o estudo, Debbie Sharp.

"(A técnica) pode reduzir as dores nas costas limitando os espasmos musculares, corrigindo a postura muscular, melhorando a coordenação e a flexibilidade e descomprimindo a espinha."
Dries Hettinga, gerente de pesquisas da organização britânica Back Care, que oferece apoio e conselho a pessoas com dor nas costas, disse que o estudo preenche uma lacuna sobre os benefícios de longo prazo do tratamento.

"Há poucas evidências sobre a eficiência da Técnica de Alexandre, portanto o estudo é bem-vindo. A técnica é algo que recomendamos, e o retorno que temos é bom", afirmou.

"Mas eu diria que pode não ser eficiente para todas as pessoas. Dores nas costas variam de pessoa para pessoa, e normalmente é necessária uma combinação de coisas para aliviá-la."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.