Tchecos encontram casa onde Guevara se escondeu por 5 meses

Praga, 22 jan (EFE).- A casa onde ao longo de cinco meses o revolucionário argentino Ernesto Che Guevara se escondeu durante uma viagem à antiga Tchecoslováquia, em 1966, foi localizada pela primeira vez, como noticia hoje a imprensa local.

EFE |

"Após 44 anos está absolutamente claro", informa o diário "Mlada Fronta Dnes", que mostra fotos de uma casa de campo no povoado de Ladvi, 40 quilômetros ao sul de Praga.

"Após examinar todos os indícios, conseguimos reunir dados graças à documentação de Tamara Bunke ("Tania"), a amante de Guevara. Sua pasta está guardada no arquivo dos serviços de segurança tchecos e assim foi possível encontrar definitivamente o lugar da estadia", assinala o jornal.

Tamara Bunke, cidadã da República Democrática Alemã (RDA), chegou a Praga com o nome falso de "Marta Inciarte", e os serviços secretos da capital a treinaram na casa de campo de Ladvi, onde Che se hospedou.

"As pessoas do local se lembram dos cubanos", confirmou ao diário "Jiri Cesal" o assessor do prefeito de uma localidade próxima a Ladvi.

Guevara chegou a Praga em março de 1966, procedente da República do Congo. Com nome falso, a aparência do guerrilheiro era diferente da habitual, com barba feita e cabelo curto.

Na Tchecoslováquia, tentou se recuperar de problemas respiratórios. Sua longa estadia, porém, é atribuída por muitos ao desejo de ficar com Bunke.

A casa por onde Guevara passou pertencia ao setor do serviço secreto dedicado à espionagem civil no exterior, e foi vendida pelo Estado em 1978. EFE gm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG