Tbilisi denuncia a explosão de uma ponte da ferrovia por tropas russas

Tbilisi, 16 ago (EFE).- Tropas russas explodiram hoje uma ponte da ferrovia a 45 quilômetros de Tbilisi, assegurou hoje à Agência Efe Shota Utiashvili, porta-voz do Ministério do Interior da Geórgia.

EFE |

"Os russos não nos dão nenhuma explicação, nem nos deixam chegar á região", disse Utiashvili, que pediu às tropas russas para abandonar "urgentemente" o território georgiano.

A ponte fica na região de Caspi, onde os carros de combate russos estabeleceram também hoje um posto militar para interromper o tráfego entre Tbilisi e o norte do país.

Por outro lado, o Ministério da Defesa russo assegurou hoje que essas acusações eram "uma nova mentira georgiana" para desacreditar o Exército russo.

"Não descartamos que, se isso aconteceu na realidade, estejamos perante uma provocação georgiana", disse um alto cargo militar russo à agência oficial russa "Itar-Tass".

Além de Gori, as tropas russas ainda mantêm o controle sobre as cidades de Sennaki e Zugdidi, que ficam perto da separatista Abkházia, e do porto de Poti.

O comando russo reconheceu na sexta-feira que em todas essas cidades destruiu as principais instalações militares georgianas, o que inclui vários navios de guerra no porto de Poti.

A chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu pela retirada das tropas russas depois de se reunir na sexta-feira com o presidente russo, Dmitri Medvedev, no balneário russo de Sochi (Mar Negro). EFE mv-io/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG