Tartaruga em extinção pode ter procriado em Galápagos

QUITO, Equador - George, a tartaruga gigante solitária das Ilhas Galápagos que se supunha ser a última de sua espécie, pode ser pai em breve.

AP |

O Parque Nacional de Galápagos anunciou na segunda-feira que uma tartaruga fêmea que acompanha George desde 1993 colocou três ovos intactos que estão sob os cuidados de uma incubadora artificial.

Os ovos acontecem "depois de 36 anos de esforços múltiplos ... quando achávamos que seria impossível que a tartaruga conhecida como George Solitário reproduzisse", afirmou o parque em uma declaração.

A fêmea pertence à espécie mais similar a de George.

Encontrado em 1972 na Ilha Pinta, George está na casa dos 70 anos (meia idade para as tartarugas).

Apenas após 120 dias se sabera se os ovos irão gerar filhotes.

Leia mais sobre: tartaruga

    Leia tudo sobre: aptartaruga

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG