Madri, 18 fev (EFE).- O Supremo Tribunal Federal (STF) se pronunciará em cerca de 15 dias sobre o recurso apresentado pela Itália para conseguir a extradição de Cesare Battisti, previu hoje em Madri o ministro da Justiça do Brasil, Tarso Genro.

"Acho que a decisão do caso Battisti acontecerá em 15 dias, provavelmente na semana após o Carnaval, que é a próxima semana", declarou Genro em entrevista coletiva com seus colegas de Espanha, Mariano Fernández Bermejo, e Portugal, Alberto Costa, com quem se reuniu na capital espanhola.

O ex-ativista, condenado a prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos, foi detido no Rio de Janeiro em março de 2007 e desde então está em prisão preventiva em Brasília, à espera de que o STF decida sobre a extradição solicitada pela Itália.

Em 1993 Battisti foi julgado à revelia na Itália e condenado a prisão perpétua como autor dos assassinatos de Antonio Santoro, Lino Sabbadin, Andrea Campagna e Pierluigi Torregiani.

Battisti sempre negou sua responsabilidade nestes episódios da França, onde vivia refugiado desde 1990 e cujas autoridades aprovaram em 2004 a extradição para a Itália. EFE ep/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.